SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Esperançazinha

Mirrada escondida
Esperançazinha
Assustada tremida
Olhinhos de muito medo
Corruíra pânico
Esperançazinha
Recolhida no canto
O que faço com meus netos
Que mundo entrego a eles

Eu não sei
Se não posso hoje
Dar a eles nenhuma esperançazinha
Perdoem-me
Eu não pude
Nós não conseguimos
Nem mesmo a esperançazinha

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Juízes e juízas, e promotores e promotoras, todos e todas, fazem cocô

Juízes e juízas, e promotores e promotoras, todos e todas, fazem cocô, meninos e meninas, ou seja, estufam a veia do pescoço e cagam fino e cagam grosso.
São humanos, after all, embora essa tralha concurseira de direita, se considere melhor que todos nós. Não são melhores, ao contrário, estão a mostrar-se cada vez mais como quadrilheiros que atacam a democracia.
Essa gente precisa ser impedida, até porque o CNMP, depois de 42 adiamentos, arquivou representação apresentada pelo presidente Lula, por conta do famoso power point do canalha do dallagnol, lembram disso?
Tenho alguns nojos derramados e definitivos: de religiões, todas elas, e das castas formadas por juízes e promotores venais.
Repito, nojo derramado e definitivo.

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Este país morreu: Professora Marlise Matos aponta 14 atrocidades contra menininha de 10 anos

Copiei do Viomundo

Atrocidade 1: violar sexualmente uma menininha de 6 anos!

Atrocidade 2: continuar violentando sexualmente uma menininha dos 6 aos 10 anos;

Atrocidade 3: engravidar uma menina de 10 anos;

Atrocidade 4: ter que esperar a Justiça brasileira autorizar o aborto LEGAL previsto em Lei – Código Penal brasileiro – desde 1940!

Atrocidade 5: ter que passar pela revitimização, narrando essa história triste, grotesca, violenta, macabra por TODAS as instituições por onde essa menina de 10 anos passou (o que deveria circular – EM ABSOLUTO SIGILO – era o seu Protocolo).

Atrocidade 6: uma “ministra” de Estado pensar em encaminhar sua equipe ao domicílio dessa criança para, quem sabe, convencê-la a não abortar.

Atrocidade 7: um hospital UNIVERSITÁRIO – o Hospital de referência em abortamento legal em Vitoria, no ES – negar atendimento à menina de 10 anos.

Atrocidade 8: a menina e sua avó serem obrigadas a viajar mais de 2 mil km para realizar o procedimento em segurança, num Hospital do Recife/PE.

Atrocidade 9: elas precisarem entrar no hospital escondidas no porta malas de um carro, porque fundamentalistas as aguardavam na Portaria.

Atrocidade 10: fundamentalistas religiosos com apoio de fundamentalistas parlamentares gritarem “assassina” para uma menina estuprada, desde os 6 até os 10 anos de idade.

Atrocidade 11: uma cretina, fundamentalista e criminosa, publicizar o nome e o endereço da criança no Tweeter.

Atrocidade 12: os fundamentalistas ficam “orando” na portaria do hospital e “pedindo” que o procedimento não se realize.

Atrocidade 13: o estuprador seguir livre.

Atrocidade 14: Acordamos no dia seguinte de todas essas 13 atrocidades anteriores e seguirmos as nossas vidas NORMALMENTE.

OBRIGADA AOS MOVIMENTOS FEMINISTAS DO RECIFE, as ÚNICAS a se manifestarem pela DOR E PELO SOFRIMENTO INFINITOS dessa menina triste de 10 anos.

Esse país MORREU.

*Marlise Matos é professora e coordenadora do NEPEM – Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher — da UFMG


***---***

Devo dizer mais uma vez, e digo, que tenho nojo infinito, transbordante e definitivo das religiões todas, sem nenhuma exceção, embora reconheça que há mulheres católicas e evangélicas, e homens também, que se insurgem contra isso tudo.
Religiões, simples assim, meninos e meninas, emporcalham o mundo.
Paulo Roberto Cequinel 

sábado, 8 de agosto de 2020

Pedro Casaldáliga, bispo lá dos confins do Xingu, avoou hoje

Bem no dia que registramos 100 mil mortos pela covid, eis que Pedro Casaldáliga, bispo lá dos confins do Xingu, avoou hoje, encantou-se.

Catalão, chegou ao Brasil em 1968 e, desde então, fincou pé na luta pelos povos originários, pelo povo negro, pelo povo sem terra.


Perseguido e ameaçado pela ditadura cívico-militar, e até mesmo pelo nazistão do Ratzinger (aqui), Pedro nunca desistiu, não deixou de ser poeta, e jamais curvou-se aos poderosos.


Sendo ateu desimportante, declaro que é mesmo uma pena não haver deus algum porque Pedro bem que merecia estar no céu ou no paraíso.


Mas, se me permitem, se Pedro estivesse no paraíso, bem, ele imediatamente rebelar-se-ia contra tudo aquilo, faria missas alternativas, e declamaria seus poemas de chamar povo pra luta.


Cristãos não são melhores que ateus, mas Pedro é uma dessas pessoas raras que me fazem ainda acreditar na raça humana.

Viva Pedro Casaldáliga!!!




  

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Poemas entrevados em tempos de pandemia

Tomei coragem, removi o mofo com luvas adequadas, e revi uns poemas antigos cometidos em minha juventude, ou seja, até os 65, e eles todos, com mantas sobre as pernas e algo entrevados, tomavam sol na varanda das memórias.
Num canto, amontoados, remédios olharam-me vazios, e não sabiam mais de mim, e não mais me podiam curar.
Meus pobres versos juvenis talvez sejam salvos pelos netos.

terça-feira, 21 de julho de 2020

Regimes penais: o triste fim do "frango caipira criado solto"

Doña Sonia Fernandes do Nascimento, no uso das suas superiores atribuições, deu-me as seguintes instruções:

- Paulo, traga sobrecoxas, mas atenção: é um pacote verde, está escrito "frango caipira criado solto."

E fui até o supermercado, procurei com afinco o tal "frango caipira criado em regime aberto", e nada.

- Por favor, moça, onde encontro "frango caipira criado solto"?

- Tem isso aqui não, senhor.

- Nem frango criado em regime semi-aberto, que é recolhido à granja somente à noite?

- Não senhor, o que sei é que é tudo criado em regime fechado, e só saem de lá aos pedaços. Um horror!

E o supervisor esclarece, por fim:

- Senhor, nem procure frango caipira. Aqui só tem frango sertanejo universitário.

Retorno para nosso superfaturado e suntuoso apartamento, pronto para receber a devida pena de prestação de serviços comunitários.

domingo, 12 de julho de 2020

Perdão da Globo? Mas nem fodendo!!!

Eis que um pau mandado dos herdeiros da globo diz que devemos perdoar o PT, e que precisamos até mesmo tomar umas cervejas juntos.

Eu, petista desimportante e desocupado, posso até topar, desde que:

1. Os três herdeiros sem nome peçam perdão ao brasil e admitam que são golpistas genéticos desde sempre e muito antes de 1964.

2. Os três herdeiros sem nome admitam que a globo manipulou os debates lula/collor em 1989.

3. Os três herdeiros sem nome admitam que apoiaram o golpe de 2016, contra Dilma Rousseff, e que naturalizaram o energúmeno do bolsonaro e suas merdas, tudo com o objetivo de derrotar e aniquilar o PT.

4. Os três herdeiros sem nome paguem os impostos todos que estão devendo, e expliquem suas granas em paraísos fiscais.

5.  Os três herdeiros sem nome mandem que seus jornalistas amestrados, todos e todas, peçam perdão ao povo brasileiro e ao PT, ao Lula e a Dilma Rousseff, nos termos a seguir apontados.

6. Reunidos e ajoelhados, cristina lobo, merval, camarotti, gabeira, sardenberg, loprete, mirian leitão e filho, valdo cruz, andrea sadi, bonner, e todos e todas menos votados, incluindo a tropa aqui da rpc (paraná), deverão admitir expressamente que são jornalistas amestrados que cumprem todas as ordens editoriais das chefias, que foram mandados dar pau no PT e em Lula, que foram mandados esconder qualquer notícia ruim relacionada ao PSDB e seus caciques, e que a lava jato foi uma operação de claro viés político, com o evidente objetivo de interditar Lula e o PT e tomar de assalto o pre-sal e que, mais ainda e melhor, sergio moro e deltan são jaguaras sarnentos, safados e canalhas a serviço dos interesses americanos.

7. Ajoelhados no milho virtual, e depois de cumprirem o que determinei no ítem anterior, todos e todas, incluindo os herdeiros de merda e sem nome, deverão adotar posição confortável e adequada, de modo que possam introduzir o dedão no orifício anal, devidamente untado pela gosma golpista, de modo que, de inopino, façam decidido e vigoroso movimento que resulte na completa rasgadura do cuzão sujo da rede globo e de seus jornalistas amestrados.

8. Perdão da globo? Mas nem fodendo!!! 

sábado, 11 de julho de 2020

E o desfile de canalhas não tem fim

Eis o pensamento vivo do novo ministro da educação do governo bolsonaro, um pastor acanalhado chamado milton ribeiro
(veja no Tijolaço)


E o indispensável DCM pergunta: 
quando começaremos a apedrejar nossos filhos?

Mais uma do DCM: o pastor acanalhado diz que cabe ao homem 
apontar o caminho no lar. Ouviram bem, meninas?  

domingo, 5 de julho de 2020

A PM existe exatamente para isso que faz todos os dias

Não, meninos e meninas, não mesmo: a PM não comete excessos, não fuzila negros e pobres e brancos quase pretos de tão pobres, todos os dias, nas quebradas, porque algum meganha estava estressado ou merda assemelhada.
A PM não protege manifestações dos fascistas e desce o cacete nos antifas, porque meganhas de merda cometem excessos.
A PM não comete excessos, que fique muito claro, porque todos os meganhas, do soldado ao coronel barrigudo, são treinados e condicionados para matar negros e pobres, e brancos quase pretos de tão pobres.
A PM é um sucesso, meninos e meninas, e existe para fazer exatamente o que faz todos os dias, no Brasil todo.
A PM funciona muito bem, e é um completo sucesso. 

sábado, 4 de julho de 2020