SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Vídeo da ONU sobre homofobia e transfobia

Eu visito Nossos Tons todos dias

O vídeo não é novo, mas merece ser relembrado, até porque, o número de visualizações é muito baixo. Espero que mais e mais pessoas o assistam e reflitam. É evidente que há uma demanda urgente para que se criem leis de combate a homofobia e transfobia.

"A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, divulgou uma mensagem em vídeo no mês passado, para alertar sobre o aumento dos crimes de ódio contra lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans. Os segmentos são conhecidos em grande parte do mundo pela sigla LGBT.

No vídeo, ela lembra que, só no Brasil, 250 pessoas foram assassinadas em crimes deste tipo em 2010. “Infelizmente, estes não são casos isolados. O problema é global”, lembra Pillay. “A história nos mostra o terrível preço humano da discriminação e do preconceito. Ninguém tem o direito de tratar um grupo de pessoas como sendo de menor valor, menos merecedores ou menos dignos de respeito”, conclui.

Assista abaixo a mensagem da Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos sobre a homofobia e a transfobia em todo o mundo. Fonte: ONU

O Ornitorrinco pede a palavra para dizer aos que defendem que manifestações de homofobia e de transfobia em templos e igrejas são "direito" estabelecido em livros supostamente sagrados, para lembrar aos homofóbicos religiosos de merda que sua fé obtusa legitima a violência endêmica contra o povo LGTB e, mais ainda, transforma as vítimas em culpados. 

Assim sendo, enquanto eu estiver por aqui, homofobia e transfobia eu tratarei a pontapés e pagarei a porra do preço, até porque e sobretudo tenho um filho gay para amar e proteger incondicionalmente. 

E mais uma: não ousem dizer, não em minha presença, merdas religiosos homofóbicos e transfóbicos, que vocês "amam os homossexuais" mas são, apenas, "contra a homossexualidade".

É claro, vocês amam os muçulmanos, mas não o islamismo, vocês amam os judeus, mas não o judaísmo, vocês amam os hindus, mas não hinduísmo, vocês amam as mães, mas não a maternidade, vocês amam homens e mulheres mas não a humanidade. Vocês me provocam ânsias de vômito. 

Vocês todos não valem a merda que todos os dias por volta das 10 da manhã eu largo na privada, com pompa e circunstância, e o alívio regulamentar. 

Até nisso sou melhor que vocês, seus cagões desregulados. Eu cago sempre um quilo certo e vocês, ó, dependem da balança divina, que jamais foi aferida pelas autoridades competentes. 

Pastores e padres, invariavelmente, informam que você sempre caga menos que o quilo certo e dizem, ó graças, ó aleluia, não desista, pague o dízimo, ó glória, ó menezes, falta pouco para você cagar o quilo certo em cristo!

Um comentário:

Pólux disse...

Fico honrado por saber que o Ornitorrinco visita o NossosTons todos os dias. Pois saiba que, eu visito o Ornitorrinco diariamente e, várias vezes. Adoro esse blog, adoro esse jeito "punk" e escandalosamente honesto.