SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Para meninos diferentes

É só um garoto diferente. Que tal aprender um pouco com ele, bando de cagões em cristo?

Sejamos fortes!


Mesmo com a nossa dor,
Mesmo com a nossa tristeza,
Mesmo sem o brilho nos nossos olhos,
Mesmo sem apoio,
Somos quem somos, 
Somos livres por opção,
Mas não temos
A opção de sermos livres.
Somos assim,
Somos o que somos.
Não tivemos opção,
Senão a de seguir
Sendo quem somos,
Para quem sabe algum dia,
Sermos vistos
Assim como somos,
A poesia é repetitiva,
Assim como nosso pedido,
Pela aceitação da palavra SER.
E pelo fim da repetição,
Que sofremos por QUERER!
----------XXXXXXXXXX----------
Dedico esta postagem para todos os meninos diferentes, mas muito especialmente para meu filho Jean.
Teu pai estará sempre por perto e, quem quer que seja que te ameaçe ou insulte, incluindo os jaguaras cristãos LGBT-fóbicos, terá resposta, e sempre nos meus termos.
Amo você, incondicionalmente, mesmo sabendo que você é torcedor - quiospariu! - do Atlético PR.

8 comentários:

Gabriel Antonio disse...

Obrigado, este estupendo e ungido blog é o meu favorito quando o assunto é militância ateísta e pró direitos LGBT.
Você é foda, Paulo!

PAULO R. CEQUINEL disse...

Eu sou, quando muito, fodinha. Foda é meu pai, o formidável Maury Antonio Cequinel que me ensinou, quando eu tinha quase 40, que pais estão sempre ocupados com seus filhos.
E fodão é você, Gabriel, que ousa erguer a cabeça para fora e acima da manada.
Abraço fraterno e incondicional.
The Pink Triangle Ornitorrinco Corporation
Viva a porra da vida!
Viva a vida, apenas e muito!

Amigos do Jekiti disse...

Que lindo e comovente vídeo.
Só podia ser postado por um lindo homem.(se é que vc me entende).

PAULO R. CEQUINEL disse...

Creio que entendo, até porque sou muito feio.
Gostei muito do carinho simples e derramado.
Vocês dois são belíssimos.

Bacucu com Farinha disse...

Sem conhecer o seu filho... já gostava dele... por tabela ao pai.

...agora então... sabendo que é torcedor do Atlético...PQP, tamo junto e misturado brother.

Parabéns Cequinel pela matéria, o livro da putaria da Globo provavelmente estará hoje em terras guarapirocabanas... te aviso se chegar no local determinado.

Um abraço.

Neuton Pires

Bacucu com Farinha disse...

O livro já está na casa do meu pai...aí na entrada do Saivá, a segunda casa do lado direito antes do trilho, é só pegar..., autorizei meu pai entregar a você Cequinel.

Um abraço.

Neuton Pires

PAULO R. CEQUINEL disse...

Objeto recolhido.
Positivo e operante.
É da raça sharpei?
Andei miudinho, prezado.
Sua mãe e sua mana foram muito simpáticas e acolhedoras.
Achei que a cadelinha sorridente iria pular direto no meu desprotegido pescoço.
Abraços aliviados.
The Ornitorrinco Afraid Corporation

Bacucu com Farinha disse...

(risos)

É exatamente essa a raça da cadelinha... Bebel é o nome.

Valeu, boa leitura e delicie-se com a filhadaputagem globalizada.Plim-plim

Um abraço.

Neuton Pires