SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Enquanto isso, no Palácio Iguaçu ...

Copiei a imagem de Atomic Samba
O governador do Paraná, Beto "Love Hurts" Richa, examina o extrato da Paraná Previdência e sorri, aliviado: "Vou raspar o tacho daquela porra!" 

Copiei a imagem de Atomic Samba
Beto Love Hurts Richa ao lado do seu amigão, co-piloto e ex-chefe da Inspetoria da Receita Estadual, Márcio de Albuquerque Lima, no Autódromo de Londrina-Sur-La-Merde.
Copiei a imagem de Atomic Samba
A secretária de educação de beto love hurts richa, ladeada por secretários, prepara-se para mais uma rodada de porradas, ops, negociações com os servidores em greve.
Copiei a imagem de Atomic Samba
Apesar de já devidamente lavado e enxaguado, permanece secreta a identidade do deputado estadual paranaense que se borrou no camburão cagado do francischini.
Copiei a imagem de Atomic Samba
Roberval de Souza, auditor-fiscal, puto dentro das calças: "Se a esposa do governador, que é secretária de estado, não conhece e não sabe para o que serve um auditor-fiscal, para mim chega. Vou trabalhar no Gran Circo Francischini como
motorista do Fabuloso Camburão Cagado!" 

Um comentário:

Vanderlei Hermes disse...

Despotismo com apoio eleitoral unânime no Paraná (vide reeleição). Ou a política perdeu todo seu crédito, e se transformou no vale-tudo, ou realmente a sociedade paranaense esteve, está e quem sabe nunca sairá do seu estado letárgico-político. Uma pena. Esperando por novos e melhores tempos. Utopia? Talvez.