SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Poema para Francisco

Foto de Amine Parucker


o mundo que conheço tem minha altura 
e vai até a ponta dos meus dedos
quando em vez mesmo agora espanto
o mundo três anos de francisco
é maior que o meu
acima da cabeça
muito além dos seus dedinhos
tem tudo o que queira imaginar e tecer
está lá tudo o que ele ainda não viu
o que ainda não sabe
o mundo de chico será de espantos alumbrados
mas também dores lágrimas
será o de ir-se avoando além do sonho
para inconformar-se aqui no pouso 
no chão duro do que é real
haverá um dia em que o mundo dele
será igualzinho ao meu
e chico terá barbas brancas 
como as do avô imperfeito
e então o meu mundo será infinito

Um comentário:

Maihyra Marina Pombo disse...

Que lindo vovo Paulo!!! O Chicão é uma fofura mesmo!!! Saudades, um grande abraço!
Maihyra Pombo