SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Você é um merda

Está tudo certo. 
Seu pastor de merda vomita ódio contra o povo lgbtt.
Seu padreco de merda vomita ódio contra o povo lgbtt.
Seu rabino de merda vomita ódio contra o povo lgbtt.
Seu aiatolá de merda vomita ódio contra o povo lgbtt.
Está tudo certo.
Você precisa do conforto da sua religião e está tudo certo.
Você não puxa o gatilho.
Você não enfia a faca.
Você não dá porradas com soco inglês.
Você não desfigura a travesti.
Você não deforma o rosto daquele gay.
Está tudo certo.
Está mesmo tudo certo, seu merda?
O gatilho a faca o soco inglês a pedra o porrete.
O pastor de merda e o gatilho.
O padre de merda e a faca.
O rabino de merda e o porrete.
O aiatolá de merda e a pedra.
Está tudo certo.
Está mesmo tudo certo, seu merda?
Você não tem nada com isso.
Você só faz defender sua família normal.
Você precisa do conforto da sua religião e está tudo certo.
A religião, está escrito, protegerá seu filho.
Seu filho á normal.
Não será abominação. 
Não será pervertido.
Seu filho é normal.
O patifão esfumaçado ama seu filho normal.
Você educou e criou seu filho para ser normal.
O pastor de merda e o gatilho.
O padre de merda e a faca.
O rabino de merda e o porrete.
O aiatolá de merda e a pedra.
Pastor padre rabino aiatolá e o patifão esfumaçado
Dizem o que é normal.
O que é certo o que é errado.
Então tudo está certo.
Está mesmo tudo certo, seu merda?
O pastor de merda e o gatilho.
O padre de merda e a faca.
O rabino de merda e o porrete.
O aiatolá de merda e a pedra.
Então tudo está certo.
Está mesmo tudo certo, seu merda?
Tenho pena do seu filho, seu merda.
Seu filho, se descobrir-se lgbtt, terá muito medo.
Medo pavor anormal abominação.
A começar de você, seu merda.
Seu filho terá muito medo sempre.
Mesmo não sendo desviante lgbtt terá muito medo. 
Não puxará o gatilho.
Não enfiará a faca.
Não aplicará o porrete.
Não atirará pedra alguma.
Mas ouvirá o pastor de merda e o gatilho.
O padre de merda e a faca.
O rabino de merda e o porrete.
O aiatolá de merda e a pedra.
E seu filho, cocozão humano, dirá que tudo está certo.
E ali na esquina mais um lgbtt foi morto.
Está tudo certo.
Você criou seu filho assim.
Você é um merda.

4 comentários:

...iris... disse...

Como é o level de DST em meninas lésbicas? Acho a borda dos preservativos femininos pequena, não chega bem até o clitóris, não cobre inteira a região interna dos lábios. É um preservativo feito só para penetração. Nunca vi versões coloridas perfumadas. O público é pequeno demais para a indústria se interessar em criar isso?

luiz antonio disse...

Tanto ódio assim só pode atrair mais ódio, pobres homossexuais com defensores deste naipe é até injusto ter inimigos, que merda.

PAULO R. CEQUINEL disse...

Prezado Luiz Antonio, você é um merda?

João Luiz Pereira Tavares disse...

Viva 2016!

Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma assim:

"O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas", diz Grazziotin.

Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica.
Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de 2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável.

Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?

Tal fato luminoso foi o:

-- «Tchau querida!»*

[(*) a «Coração Valente©» do João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© 'vale por um bifinho'. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].


Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê. Chega de po**a-louquice.

A volta de decoro ao Brasil.

Feliz 2017 a todos.