SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Repercussão sobre os porões do petismo

Colaboradoras e secretárias d'O Ornitorrinco, desmascaradas como integrantes de um sórdido esquema de espionagem, cascalhagem, recapagem e sacanagem organizado pelo petismo ateu e catinguento, fogem primeiro para o Rio Grande do Sul, onde serão acobertadas pela equipe de Tarso Genro, para depois se escafederem em direção ao paraíso comunista da Coréia do Norte.

A verdade dobre o petismo que espiona a todos nós repercutiu amplamente em toda a blogosfera ocidental, cristão, higiênica e limpinha. Recebemos centenas de milhares, quiçá milhões de mensagens, mas, por óbvias razões de espaço, só podemos publicar algumas delas.

Bósnia de Oliveira, 45, Porto Velho, Bahia: eu já fui espionada pelo PT. Estava tomando banho no rio quando vi um barbudinho dissimulado atrás das árvores. E ele estava, jesus me salve, mexendo freneticamente no próprio membro! Oh, que grandão, quero dizer, oh, que tentação dissimulada!, quero dizer, oh, que horror! São Serra Atingido me salvou e permaneço praticamente invicta.  

Chechênia da Silva do Pilar, 34, Antonina, Maranhão: ainda bem que este menino corajoso, o Denilson Pestana, homem de imprensa que jamais se calará, decidiu mostrar aos brasileiros quem é o PT. Elevemos nossas preces e orações e passemos a sacolinha que a conta de luz tem que ser paga, oh, senhor das faturas mensais. 

Uélinton Maicon dos Prazeres, 56, Mamoré, Amazonas: um dia eu estava no igarapé tentando pescar algo pro jantar quando, assim do nada, surgiu um mergulhador com um traje escuro cheio de estrelas brilhantes. Era um malvado espião petista. Dei-lhe uma cacetada com o remo na cabeça e ele fugiu para Cuba. Passamos fome naquele dia. Soubemos que tinha sido uma ordem da própria Dilma.

Xaulo Xoberto, Xuciano e Xean Xarlos Vequinel, filhos no espião monstruoso, Curitiba, Alagoas: fomos levados para uma espécie de depósito, um galpão muito grande. Havia fotos gigantescas do Lula e do ZéDirceu, o malvado, e de Chavez e de Evo Morales. Nesse momento, Silas Malafaia obrou diretamente sobre nossas desprotegidas cabeças fomos todos salvos. Hoje pagamos o dízimo e o pedágio sem reclamar. Tudo nessa vida tem um propósito. Estamos pensando em filiar-nos ao PPS, cujo notável presidente está a namorar o DEM e pensa num encontro íntimo em algum desvão ou muro escuro de igreja, qualquer uma.  

Cacá dos Reis Ênio, Ernani Cepandant dos Reis, Eurolino Tlocaletlas e demais membros da família Reis, entre 19 e 69 anos, Ribeirão das Onças, Tocantins: em nome da família Reis devemos aqui declarar que o petismo mais desavergonhado sempre nos rondou e nos ameaçou de levar nossas prestações em atraso ao cartório de protestos mais próximo. Foram tempos de angústia e de desespero. Ainda bem que este sujeito que diz ser nosso primo está agora completamente desmascarado. Haveria, senhor, um pouco de chopp gelado nesta porra deste bar?

Xuis Antonio, Xarmem, Xiliane, Xarilice, Xarilene e Xaury Tequinel, irmãos em deus, Pinhais , Piauí: não podemos ser responsabilizados pelas ações abortivas de nosso tresloucado irmão mais velho. A família pede desculpas ao povo brasileiro e declara, alto e bom som: não pagamos indenizações porra nenhuma. Fuck you, boys! O foda-se decretado pela parte boa da família não deve ser entendido como declaração de más intenções. Deus salve a Rainha e as nossas contas mensais!

Baury Bantonio Bequinel, patriarca, 80, Paraná: estava sentado na prrrraia, comendo marrrracujá! Chegou um camarrrrrão e grrrrritou, hei, Frrrrrritzzz, joga os carrrrrrroços prrrrrrá cá! 

Taldomirinho Velli Júnior , 32, Sorocaba, Santa Catarina: meu tio  era meu ídolo e tudo ia muito bem quando soube pela blogosfera limpa e cristã que ele era um espião dissimulado e malvado. Hoje sou um vendedor de seguros para sobreviver. Visitem meu escritório. Tornei-me um corretor e na atividade busco esquecer. Garanta seu lugar no céu, fale comigo. Parcelamos sem juros. Deus está obrando.

Namíris Vequinel Gelli, 20, Santana do Parnaíba, Pará: minhas leituras de autores como Audrey Floggerttt  e Charles Bullshit Gustavsson são muito divertidas. Não quero envolver-me nas futricas da política nacional. De todo modo, tudo é muito divertido, esse meu curioso tio é muito divertido. Deus é apenas um conceito, é muito divertido deus tentando provar que existe.

Vutuca Douvea Kestana, 45, Antonina, Rio Grande do Norte: desde sempre temos denunciado este sujeito que fica metendo o nariz – que nem é tão grande assim – onde nunca foi chamado. Nosso blog é limpo, cheiroso, não tem goteiras e troca a roupa de cama todos os dias. Temos todos os alvarás e licenças, as taxas e emolumentos devidos foram recolhidos  e somos gente de bom senso, fazemos xixi sempre nas caixinhas de areia e trabalhamos apenas com a realidade, queríamos apenas fazer com que as pessoas de bem fossem capazes de pensar e votar no serra e, agora que ele injustamente perdeu, queremos disputar o terceiro turno. Que mal pode haver nisso? Oh, senhor, orienta-nos sobre como fazer corretamente o sinal da cruz, sobre como neutralizar os ataques do petismo abortivo, oh senhor do bom senso, oh senhor da realidade, oh senhor da verdade inscrita nas páginas da veja e da imprensa livre. Amém.

3 comentários:

...iris... disse...

"(...) nos primórdios da República, a data das eleições ocorria logo após a folia carnavalesca, sendo frequente que o dia de votação caísse na quarta-feira de cinzas. Várias charges da D. Quixote [revista] mostram o povo votando ainda impregnado do espírito dionisíaco. Foliões, bêbados, travestis e mascarados quebram constantemente a seriedade do ato cívico. Muitos deles estão inconscientes e embriagados, outros pensam que estão votando em algum concurso carnavalesco. Os mesários dormem enquanto os foliões na fila mal se aguentam de pé. Este é o motivo da charge de Kalixto - cinzas, ressacas e eleições." VELLOSO, Monica Pimenta. Modernismo no Rio de Janeiro p.177 poxa, era bem mais legal. =P

PAULO R. CEQUINEL disse...

Prezada Iris:
Seu comentário é atacativo ou bajulativo? Se for bajulativo elevo aqui meus pungentes agradecimentos. Agora, se suas palavras forem de cunho atacativo, bem, terei que acionar nosso Departamento de Contendas Jurídicas, chefiado pelo nobre causídico Dr. Laulo Loberto Lequinel, fá do Hortelino Tlocaletlas, ola essa.
Atenciosamente em dúvida,
WAULO WOBERTO JURIDIC WEQUINEL
THE LAW AND ORDER ORNITORRINCO ORGANIZATION

rodolfo klafke disse...

Cequinel...
Você superou-se nos palavreados, estou aqui a dar rizadas dos arranjos fonéticos, é de dar inveja em seu velho amigo. Descobri seu blog ontem e hoje estou imprimindo colunas suas para ler deitado, no meu gosto. Quero comentá-las mas, tenho que melhor entender os conteúdos. Adiantando, quero elogiá-lo por suas convicções corajosas parecem até que são inflexíveis e radicais mas eu que te conheço suficientemente, posso dizer que partem de um homem carregado de sentimentos bons (no bom sentido).
Um abraço,
Rodolfo