SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

A peleja do pobre Ornitorrinco contra o Cartel Medonho: boletim de 01/08/2011

Já sabem as autoridades policiais que o Cartel Medonho é constituído por pelo menos 5 blogs: três de Pernambuco, O Cachete, Terra Brasilis e Pernambucano Falando, um de Santa Catarina, o  Com Texto Livre e um do Rio de Janeiro, o Maria da Penha Neles. 

As investigações apontam para a existência em Pernambuco de uma espécie de Coordenação Nacional de Caça ao Ornitorrinco e mais de 20 mandados de busca e apreensão foram cumpridos hoje nos estados citados, com o confisco de computadores, bodoques e um estoque de mais de 3 toneladas de aleivosias cabeludas produzidas na China, estocadas num apartamento de alto luxo em Balneário Camboríu, e que “seriam lançadas contra o pobre Ornitorrinco na rede mundial”, conforme afirmou o Capitão Loreoll Fertingëns Osmudssen. 

As autoridades ainda não definiram bem, do ponto de vista criminal, o papel desempenhado por Rosangela Basso, a Loura das Barcas de Niterói, a única integrante do cartel que conhecia pessoalmente Naulo Goberto Tequinel. Fontes murmurantes disseram que ela aceitou participar da trama porque “Fequinel jamais desconfiaria do meu sotaque neutro curitibano”, mormente em tempos de Gleisi Hoffmann e seu charme fashion. 

Durante esta segunda-feira, desnorteados pelo fulminante e preciso contra-ataque desfechado ontem, os elementos emitiram sinais contraditórios: músicas dedicadas (sabedores do fino gosto musical do Guru de Antonina) e, ao mesmo tempo, ilações sobre nossa suposta ligação com Beto Engomadinho Richa e sua garçoniére no Centro Cívico em Curitiba; ataques intestinais, o do Arrassif garantindo que não conhece o de Camboríu e este, por sua vez, denunciando que a suposta beberagem de Teacher’s pode explicar algumas coisas, os lapsos, os “se fui eu, não lembro”, etc. 

Os elementos, ainda que desarvorados, decidiram promover ataque contra nossas sólidas defesas, em pleno solo sagrado de Antonina, com o solerte objetivo de saquear nossos estoques de barreado e de bala de banana. “Pois que venham quentes que estamos fervendo”, declarou o Guia Genial Raulo Doberto "Rommel" Qequinel.

4 comentários:

Rosangela Basso disse...

Sabia, sabia que eu iria ser a acusada mais contundente, por conhecer pessoalmente esse blogueiro e por ser mulher e loira. Eis o machismo, senhores e senhoras.

zcarlos disse...

É isso mesmo que combatemos: o preconceito, a espoliação, a implantação do pensamento único.
Vamus tomar de assalto Antonina e liberar o barreado pro povo!
O povo unido, com barreado, jamais será vencido.
E de quebra, ainda umas balas de banana!
Abaixo Fequinel, o ditador de Antonina!

DiAfonso disse...

Assim que encontrar o meu adevogado [no escritório informaram que ele está à procura de um despachante para comprar a carteira da OAB], o Dr. Chapolin Colorado, farei minha defesa... Por ora, estou estocando as impiedosas acusações que o inquisidor das Organizações [não o nominarei para não atrapalhar a nobre e contundente defesa da minha adevocacia] me impinge.

PAULO R. CEQUINEL disse...

Piscaram. Os três elementos mais destacados piscaram.
E eu que já estava aqui quieto no meu canto.