SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A fraude fedida da Oi, capítulo 892

Oi, Ornitorrinco, boa tarde: você é o mais recente otário que enganamos. Parabéns, bobão, e tchau.
Desde ontem algum gerente pilantra da Oi sabe, formalmente, que o plano-pegadinha que a empresa bandida vendeu-me é tecnicamente impraticável, vez que  os 10 MB de velocidade da internet JAMAIS serão entregues.
Até o momento, nenhum pio. Nada. Os lazarentos fazem de conta que a merda não é com eles.
Estou hoje anormalmente paciente, e isso é muito estranho. Vou marcar consultas com geriatras, pediatras, acrobatas e neurologistas mas, de todo modo, aguardarei que algum gerente pilantra e safado da Oi determine que façam contato e reconheçam que me enganaram.
De certa forma, está divertido.
(Velocidade, às 16:38: 2.272 Kbps) 

Um comentário:

Rosangela Basso disse...

kkkkkkk, tenho que rir e repetir a impressão que uma amiga minha teve depois de passar o que você está passando com a OI. Ela chegou e me disse: Rô, a OI uma hora dessa está gritando: Enganei mais uma boba, na casca do ovo, galinha choca não bota ovo. kkkkkkk