SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

E o pior é que meu pai também é!

Foi há quatro anos, lembro bem.

- Ele é, Paulo.

- Você tem certeza, Sonia?

- Ele admitiu pra mim. É mesmo, não tenho nenhuma dúvida.

Choque, espanto.

- Eu errei, nós erramos. Não o educamos direito, não mostramos as diferenças.

- Que nada, é só uma fase. Passa em um ou dois anos.

- Ele já está andando com aqueles amigos estranhos dele?

- Não larga aquela turma esquisita, Paulo.

- O que nossos amigos irão pensar, o que meu pai irá dizer, Soninha?

- Os amigos que falem o que quiserem. Mas seu pai vai apoiar o menino, tenho certeza.

- Porra, é mesmo, meu pai também é! Muito discreto, é verdade, reservado, pouca gente sabe que ele também é.

- Olha, Paulo, melhor a gente aceitar as coisas, relaxar e gozar, né não?

E foi assim, meninos e meninas, que eu soube que meu filho Jean era ... torcedor do Atlético Paranaense!
  

Um comentário:

Soraya disse...

Agora já me sinto mais corajosa: eu também sou. Obrigada Jean.