SOBRE O BLOGUEIRO

Minha foto
Antonina, Litoral do Paraná, Palestine
Petroleiro aposentado e petista no exílio, usuário dos óculos de pangloss, da gloriosa pomada belladona, da emulsão scott e das pílulas do doutor ross, considero o suflê de chuchu apenas vã tentativa de assar o ar e, erguido em retumbante sucesso físico, descobri que uma batata distraída não passa de um tubérculo desatento. Entre sinos bimbalhantes, pássaros pipilantes, vereadores esotéricos, profetas do passado e áulicos feitos na china, persigo o consenso alegórico e meus dias escorrem em relativo sossego. Comendo minhas goiabinhas regulamentares, busco a tranqüilidade siamesa e quero ser presidente por um dia para assim entender as aflições das camadas menos favorecidas pelas propinas democráticas.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Algumas propostas iniciais para um programa de governo para Antonina

Minha querida amiga Rosangela Basso, dos tempos bicudos da construção da CUT e da Oposição na APP-Sindicato, hoje levemente doidinha, pergunta se deve transferir seu título do Rio do Janeiro para Antonina de modo a poder votar em mim, o famoso Nenhum Deles e inexorável vencedor das próximas eleições aqui na terra de Valle Porto, belo nome que pretendo registrar como marca de azeitonas pra ver se consigo um reforço orçamentário para 2011.  

Boa ideia, querida amiga, na verdade excelente ideia. Para todos os fins de direito, você está sendo nomeada a Coordenadora Oficial do Processo de Transferência de Títulos Eleitorais de Petistas-Abortivos para a Comarca de Antonina. Nosso objetivo estratégico é que eu tenha alguma coisa entre 28 mil e 43 mil votos, isso numa cidade que tem 19 mil habitantes e uns 13 mil eleitores. Seria uma vitória acachapante, avassaladora e tão incontestável que me permitiria, já no primeiro dia do meu mandato, adotar, determinar e fazer cumprir as seguintes medidas, de modo que, no meu governo:

1. Serão sumariamente fechadas as espeluncas denominadas Pisa na Barata, Leão Dourado, Carimbózinho, Clube Primavera e merdas assemelhadas.
2. Estará expressamente proibida a contratação de bandas falsificadas de axé-music para o nosso carnaval e, do mesmo modo, estarão proibidas bandas desta porcaria chamada axé-music, ainda que autênticas bandas desta imundície baiana chamada de axé-music.
3. Nossas formidáveis e valentes escolas de samba terão que trabalhar o ano todo para viabilizar o desfile no carnaval. No meu governo, se me permitem, não haverá dinheiro público para coisa alguma relacionada ao carnaval se não houver garantia de retorno equivalente na forma de impostos devidamente recolhidos por todos os empresários que ganham uma puta grana durante o chamado tríduo momesco, mas recolhem impostos como se estivessem em pleno mês de maio de 1942, na Alemanha sob intenso bombardeio aliado. No meu governo, oh formidáveis empresários, não haverá nenhuma conversa mole do tipo me-engana-que-eu-gosto.  
4. Haverá a unificação das festas religiosas hoje existentes, a da padroeira nossa senhora do pilar e a marcha para jesus, numa celebração ecumênica pela vida, pela paz, pela manutenção de portas e janelas sempre abertas e contra a intolerância e a discriminação.
5. O senhor Eduardo Bó será aclamado, em praça pública, como o Único e Legítimo Procurador Permanente e Incondicional de Defeitos, Problemas e Cagadas de Quaisquer Pessoas e Instâncias Municipais, Estaduais, Federais e Galáticas, e ele será declarado o Mais Preparado e Superior Antoninense Jamais Nascido (para entender, vá na Mixórdia de Antonina e acesse a palavradobó) .
6. Duplas de sertanejo-universitário, grupos de forró-universitário, bandas de adoração e de gospel gosmento, grupos de pagodeiros-românticos e porcarias semelhantes serão impedidos de ingressar em nosso município, e serão denunciados por atentado violento ao pudor, bem como carregamentos de chuchu e “catupiry” de pizzarias.

Sou candidato a prefeito e há uma profecia garantindo que serei eleito, e sou ateu, bocudo, coxa-branca e estou em paz. Vai encarar-me ou vai votar no Luis Carlos, ou na Mônica, ou no José Luiz, o “bolinadinho”?

Se eu fosse você eu ligava pra mim.

4 comentários:

Rosangela Basso disse...

Ó! Já era doidinha desde a construção da CUT e da oposição da APP-Sind, só doida para encarar os coisos daquele tempo. E como continuo doidinha, apóio sua candidatura, até porque nesse post você me deu mais motivos, álias votarei em você para Presidente se conseguir aprovar os itens 2, 3, 4, 4, 5, 6.O item 1 me abstenho porque não conheço, rs.Já te lançando a voos mais altos.
E aceito a coordenação, afinal aprendi muito com os doidos da CUT e com o secretário geral mais ainda.
Só para comunicar estive aí, em janeiro, infelizmente não sabia o seu endereço.

puts disse...

Segunda ou terça feira, vou para aí transferir meu título!

Antes só é preciso consultar o oráculo para saber qual a data e hora mais propícia!

Já vai escolhendo aí umas goiabas maduras para a gente degustar enquanto discute essas propostas de governo, as beras são por minha conta!

Puts, Polaco Doido!

PAULO R. CEQUINEL disse...

Não pode haver mais nenhuma dúvida: NENHUM DELES será o próximo prefeito de Antonina.
Está escrito.

carlos_larcher disse...

Analisando as propostas, decidi, em caráter irrevogável, irretratável e irremediável, transferir meu título para Antonina. Só peço para que repense a proposta acerca do fechamento do carimbozinho, afinal de contas trata-se de uma casa de saraus respeitosos, ou seja, é um ambiente plenamente familiar.
Grande abraço, kaká.

ps.: gostaria de pleitear um carguinho, de tangenciador de carangueijos, posto a minha experiência ser mais do que comprovada e conhecida.